EMBREAGEM

O mau uso da embreagem e o trânsito aceleram o processo de desgaste dos componentes do sistema (platô, disco e rolamento), resultando em perda de rendimento do motor, aumento no consumo de combustível, e danos no sistema de transmissão (câmbio). Pedal muito duro, ruído ao acionar a embreagem, trepidação, perda da potência do motor, consumo elevado de combustível, são alguns dos sinais de desgaste, quando isso acontece a troca de embreagem se faz necessária.

Como escolher a marca da embreagem a ser substituída? Uma vez escolhida uma embreagem nova não tenha receio de optar por esta ou aquela marca. No Brasil são comercializadas as tradicionais Luk e Sachs, que possuem tecnologia alemã, porém, são fabricadas aqui mesmo, sendo que as duas marcas são validadas e utilizadas pelas montadoras de veículos instaladas no país. A abertura de mercado proporcionada pela globalização da economia mundial tem trazido para nós brasileiros a opção por produtos fabricados em outros países com avançadas tecnologias e materiais com excelência de durabilidade e precisão Valeo (França/Argentina), MecArm (Itália), assim sendo, não tenha receio de escolher qualquer uma destas quatro marcas comercializadas no país, pois são as mesmas utilizadas pelas principais equipes de F1 (Ferrari, Willians, Mclaren, Sauber, etc) e as mais vendidas mundialmente.

Como testar se a embreagem patina

1 - Puxar o freio de mão e engatar uma marcha desmultiplicada (3)
2 - Elevar a rotação do motor, aproximadamente ao nível no qual se obtém o torque máximo.
3 - Retirar o pé rapidamente da embreagem e ao mesmo tempo, acelerando o motor.
4 - Com a embreagem boa, o motor deve apagar rapidamente.

Importante: Este teste não pode ser repetido mais do que duas vezes seguidas, devido ao superaquecimento.